sábado, 17 de janeiro de 2009

Reflexões pós Litha, pré Lammas


Bom...desde Beltane...nossa....aconteceram tantas coisas...mas só pra atualizar...enfim.
Depois de quase o ano inteiro sem trabalhar....meu pedido de Beltane veio como resposta relâmpago: emprego na semana seguinte^^(praticamente no dia seguinte)

Foram 3 meses de trabalho...temporário...onde a coisa que eu mais gostei foi o jaleco azul que me fazia lembrar do meu tio mais querido, meu padrinho Sérgio.

O tempo todo eu me senti de lado...não fiz muito esforço de me entrosar, adimito. Mas realmente não senti empatia com ninguém ali...foi um tempo em que eu me avaliei como pessoa...e pude expressar meus pensamentos e minhas crenças de maneira objetiva. Se não encontrei compreensão...as leis da empresa pelo menos me asseguraram que ninguém me incomodasse com preconceito.

Então no tempo de Litha, onde eu busquei por compreensão e amor familiar...algo pareceu ruir nas minhas relações...e meu namoro estava a um passo de ir pro ralo.
O que acontece é que meu namorado não me valorizava como eu precisava...apesar de ter sido um ótimo namorado...havia uma pequena e simples coisa que sempre era motivo de discussão e briga....tb foi motivo de separação uma vez (das 3....onde a 3ª foi a última). Por fim eu descobri que ele considerava o que eu desejava como algo fútil...se recusava a me dar, além dos seus próprios traumas...pq achava que eu só queria isso dele...que estava com ele pra ganhar isso...ele disse da boca pra fora...algo que ele remoia na escuridão dos pensamentos...e jogou na minha cara isso...quando discutimos o fim: que eu só estava com ele pra ganhar flores.


Bom....na minha raiva eu disse que foi isso mesmo...que usei ele pra ganhar flores...e satisfazer meus desejos mesquinhos de menina....e expus o ridículo que foi essa frase...pedi desculpas se o que eu dei em troca foi pouco...pq afinal o que eu pedi foi pouco tb.

O fim foi muito triste....apesar do que possa parecer...nem todos são...as vezes a gente se sente liberto:"ufa...já vai tarde!". Foi triste porque eu terminei um namoro ainda amando meu melhor amigo...e namorado. Foi triste porque descobri que não posso perder um e continuar com o outro...eu perdi os dois. Ele sempre esteve ao meu lado quando eu mais precisei, ele sabia me ouvir...sabia me consolar...sabia o que eu precisava (mesmo que as flores ele não desse e talz)-(deu umas poucas....obrigado ainda)...ele sabia muito sobre mim...mas não sabia tudo...acho que nunca vai saber...por mais que pense o contrário.

Bom...e agora o ano civil começa...eu serei mandada embora...e ficarei sem namorado...e tudo se mostra como um novo caminho cheio de possibilidades adiante.

Outro dia fui numa mulher que tira tarô, numa feirinha esotérica. Eu nunca pedi pra ninguém tirar o tarô pra mim....sempre olhei no meu. Mas outro dia eu me surpreendi com uma atitude minha...que me chocou e constrangeu. Eu estava tirando runas pra uma colega de trabalho...que me perguntou se seriamos mandadas embora...e as runas mostraram claramente que sim. Eu disse pra ela que sim...que haviam grandes possibilidades mesmo...que haveria corte. Mas eu disse:" mas pode ser que não....vamos ver...". Eu queria acreditar que não seriamos mandadas embora...porque as mulheres que estavam comigo estava numa onda de negatividade nojenta, que me irritava. Eu estava tão tranquila...que quando me deparei com as runas dizendo que seriamos mandadas embora levei um choque! Bom...pelo menos sai de lá com um microondas xDD de uma rifa que concorri com 3 reais^^"

Então, em meio ao caos e sofrimento que estava minha alma, pelo fim do namoro e a luta entre a razão e o sentimento...o caminho certo pra mim....como ajudar meu irmão...e talz...entrei na barraquinha roxa...e fiz minhas perguntas.

A moça me disse que eu fiz certo em terminar o namoro...pois o rapaz não me valorizava como mulher. Ela disse que eu devo assumir meu desejo de constituir família (!!!) e casar...e que logo surgiria um homem mais velho no meu caminho...que eu devo trabalhar meu reconhecimento como mulher....minha valorização...pra que quando ele chegasse...já estivesse suavizada essa parte...pois ele ia ser materialista como o outro. Muito pé no chão. (diga-se de passagem isso me chocou xD pq eu já vi isso no meu tarô tb....só que xDDD~~~meo tudo aponta que eu vou casar...mas eu não............penso nisso xD)

Disse que o caminho espiritual que eu sigo me mostra perigo. Que eu já tenho meu "graal" desperto...uma natureza amorosa e compassiva...(tava lá o às de copas do tarô Faery Wicca surradinho dela), mas que eu estava encontrando obstáculos, não pra que eu superasse...mas para me proteger, pois eu estava correndo o risco de corromper esse graal nas trevas.
Ela me contou que eu sinto vontade de fazer parte de um grupo...uma família...de bruxas...mas que meu caminho só será pleno sendo solitária...é solitária que eu me desenvolverei espiritualmente....e que devo desenvolver meu potencial para liderança.


Bom...eu não ando mexendo com artes das trevas nem nada...meu único sofrimento é com relação a não encontrar ainda uma estrutura pra expressar minha espiritualidade voltada pra natureza...e acho triste demais fazer isso sozinha...por me parece certo fazer isso com várias pessoas...como uma comunidade. Mas talvez isso seja ilusão da minha parte. Ela me disse pra ir para o lugar mais iluminado dentro de mim e pedir que lá a Deusa se revele...e me mostre como devo cultuá-la. Foi estranho, que do jeito que ela falou...a primeira Deusa que veio na minha mente foi Kuan Yin (por causa do vaso...e talz)

Eu me sinto como alguém dando voltas e voltas inutilmente em torno de um lugar...tenho me sentido tão exausta...tão cansada...só fico bem depois de tocar minha maraca xD e cantar pra Deusa...=/ frequentemente uns crentes chatos ficam gritando aqui perto...lançando suas palavras em tom de lamuria...de maldição...é um som desordenado, uma gritaria maldita profanando o sagrado vento.

Enfim...ando lendo muitos livros...como sempre. Comprei o Anuário da Grande Mãe, da Mirella Faur....Wicca: Um estilo de Vida, Religião e Arte do Ray Buckland (olha a intimidade xp) , fora a coleção do Nei Naiff que eu consegui completar (aqueles 3 livros...dos estudos completos do tarô)-(*limpando a testa de suor...pq ralou mtu*). Gastei muito dinheiro também numa lojinha de cristais. Meeeeeoo só pra vc ter idéia...eu comprei um pedaço de madeira petrificada xD~ e também teve a história do geodo vaginal que eu dei pra minha tia Fátima xDD no aniversário dela (e acho que ela ficou meio ofendida....mas a pedra é linda demais!)

Também acabei criando um colar menstrual, consegui fazer uma tampa pro vaso menstrual que eu já tinha criado...e até um búzio eu consegui achar pra mim xDD~~~(fora a maraca mencionada).

Depois do 8º EAB (Encontro Anual de Bruxos), saimos de lá cheios de esperanças para melhorar o mundo. Discutimos muitas idéias importantes, urgentes, sérias...mas ao mesmo tempo...tudo tinha uma energia tão profunda de "poxa...por mais diferente que seja teu caminho meo...te respeito pacas...vou olhar para o que temos em comum e contruir contigo um mundo melhor...não perderei tempo em apontar nossas diferenças como se eu fosse melhor que ti" saka? xD

No curso que eu estava fazendo, até um livro de ervas eu dei inicio...com pesquisas e amostras colhidas no parque do Ibira, com a Karla Conchinha hahahahahah xD
Aliás...eu fiz uma prova....e hoje era pra eu ter ido pro segundo módulo...e pra ver o resultado da prova....mas meus olhos andam tão doloridos...eu tenho me sentido mal...cansada demais...fiquei em casa.

Tenho feito também artesanato de durepoxi...colado cristais na minha vassoura...na ponta da varinha...e talz...e também estava aprendendo crochê....mulheres são bem prestativas quanto à tecelagem^^

Ah sim...até um alecrim eu plantei no canteiro do lado de fora da janela...estou treinando pra me transformar numa dedo verde. Também plantei na forminha de gelo da mãe....sementes de pau brasil *esperando pra ver se germina*^^"

Eu tive a idéia de fazer um canteiro de ervas aromáticas/mágicas para usos ritualísticos ou de cura. Mas não posso pedir ajuda das mulheres do prédio...pois são territorialistas sedentas de sangue xDDDDDDDDD~~~~ *medo*

Bom...por enquanto é isso...até aqui...

2 comentários:

Luciana Onofre disse...

querida, ser solitária é também minha opção, não há mulheres pagãs com quem partilhar uma confraria de bruxas, pois minha única amiga pagã não é bruxa e eu o sou 1000%...
eu sou a favor de finais.
sou a favor pq se algo nos incita o sentimento do 'vai acabar' é pq anda mal, meio mal ou totalmente mal, e estamos 'nesta' vida, e devemos fazer bom uso dela.
o tempo do duelo-luto é necessário, para lamentar e verificar que tinha q ir embora.
as inúmeras coisas lindas q tens feito acontecer mostram que apesar dos finais anunciados, sempre haverá algo que ocupa o lugar do outro...
terás sim tua família, sempre te senti em minhas visitas aqui como uma mãe em potencial, com um filho já pronto em algum nível esperando vir ao teu ventre...

mil besos de esta bruja solitária , pero no sóla...

Mulher de fases disse...

Amiga que estória hein!Mas é assim mesmo,partir prá outra...eu também sou solitária,já pertenci a um coven,mas não me identifiquei com algumas coisas...enfim,sozinha eu faço as coisas do meu jeito...no mais,te desejo inspiração e que vc nunca desista!se precisar,estamos aí...