sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Rei Azevinho e o Solstício de Verão

Invocação a Herne

Um vento vem zunindo pelas árvores
Carregando a canção da Geada
A dança das folhas se tornou vermelha ou dourada
O uivo dos Cães de Caça do Outono, o Lobo do Inverno.

Rei Azevinho, nós te chamamos
Para manter nossos medos acuados
A Luz se foi, despida do céu
E as árvores estão desnudadas também
A Terra, nossa Mãe e nossa guia
Dorme tranquilamente em seu despojado manto marrom

Nós vos chamamos, Coroado com Baga-de-Sangue
Veado Real, venha a nós do seu bosque eterno
Caçador, proteja nossa obscurecida chama do coração
Proteja nosso círculo de luz que bruxuleia
Ajude-nos a ver para além das sombras que se alongam
Na morte-nascimento do novo Ano.

Oh veado de sete pontas
Guardião de segredos mantidos no véu de Annwn
Ramo de facas sempre-verde
Rei Galhado, chamamos você

Esteja conosco, Herne,
Na Escuridão que se aproxima
Dê-nos olhos para ver na escuridão,
Que nunca possamos temer,
Ou perder a memória da luz.

Nessa terça feira, dia 21 de dezembro, será celebrado o Solstício de Verão. Tenho que dizer que está muito calor aqui! Eu ainda tenho a idéia de que esses períodos de verão as pessoas não deviam trabalhar...devia ter um tipo de férias abonadas (a mesma coisa nos dias mais frios de inverno...nos dias mais chuvosos do outono...e nos dias mais bonitos da primavera xD)-(eu sei....utopia master).

Bom, existem muitos mitos relacionados aos picos de poder do Sol. Esus e Tarvos, Baal e Mot, sem contar as fadas como Áine de Knockaine
[veja post aqui]. Mas gostaria de conversar um pouco sobre o Rei Azevinho. Quando falamos do Solstício de Verão é muito comum lembrarmos do óbvio: dias ensolarados, calorentos, e cheios de encontros com as pessoas que gostamos, nossos amigos etc. Mas o dia mais longo do ano é o início de um declínio que não é percebido imediatamente. Nesse dia, o Rei Carvalho e o Rei Azevinho tem um combate ritual, onde o Rei Carvalho, regente dos dias de luz e da energia crescente do sol, é vencido pelo Rei Azevinho e morre. Parece ser natural detestar um Rei que traz o frio e a escuridão, levando embora a vida. Mas é no período que o Rei Azevinho rege que todos os nossos esforços, todos os nossos sonhos, tudo que plantamos começa a brotar, a dar frutos e a se realizar. É um período onde, junto com a natureza, nos despimos de nossos excessos, de nossa aparência, e podemos contemplar quem realmente somos e o que realmente desejamos para nossas vidas (e não aquilo que o mundo comercial que vivemos nos faz pensar que é o certo e o necessário). O mito do Rei Carvalho e do Rei Azevinho encontra paralelos no mito do Senhor Encapuzado do Bosque Sagrado de Nemi. Nesse bosque sagrado, existia um guardião de uma árvore (um Carvalho), e esse guardião alcançava seu posto num combate singular com o guardião anterior após conseguir partir um galho da árvore sagrada. Mas era uma vida difícil, pois a morte o espreitava noite e dia, e ele deveria ficar de vigilia e prontidão 24hs...ou então seria morto por algum novo pretendente.

Lembrando que durante o verão ocorrem tempestades maravilhosas e espetaculares, e o Carvalho é uma árvore que atrai para si a energia do raio de forma mais acentuada (razão pela qual o carvalho é ligado também aos deuses do raio e do martelo). No dia de maior poder do Rei Carvalho, um raio atinge sua majestosa árvore e ele morre.

Que esse seja um dia muito abençoado e especial para vocês =)

ps: também será um dia de Lua Cheia, e haverá um eclipse lunar total :O!

2 comentários:

Diannus do Nemi disse...

Esse ano sem dúvida a festa do Solstício foi completa! Aqui no Rio Grande do Sul também fomos abençoados por um sol ardente durante o dia, bem como uma lua bem cheia durante a noite.

Diana sem dúvida se fez presente para consagrar a morte do Antigo Rei e festejar a ascensão do Novo!

Adorei o texto! Continua sábia como sempre.

Seja sempre abençoada, principalmente nesse novo ano civil que começa! Feliz 2011 E.C.

Bjos

Akasha Taltos disse...

Olá! Vm conhecer seu blog, tbm sou bruxa solitária a décadas. Estou te seguindo. Abençoada seja!