quarta-feira, 10 de novembro de 2010

[Beltane]

Esse ano, como sempre, a celebração de Beltane foi animada. Mas senti algo diferente dessa vez. Meus amigos todos foram coroados com guirlandas, as meninas com guirlandas de flores e os meninos com guirlandas de folhas.

Um sentimento de felicidade estava presente no meu coração o
tempo todo, mas em determinados momentos eu simplesmente ria...como se estivesse na época da escola denovo xD

Eu senti a presença do Deus de uma forma palpável...no grupo de homens dançando com o mastro de Beltane. E a presença da Deusa no grupo de mulheres, leve e alegre.

Foi uma das celebrações mais divertidas! Só achei uma pena não trançarmos as fitas do mastro. Também foi uma pena (como em todos os anos) não podermos celebrar na natureza (embora ano passado eles tenham celebrado numa praça...e eu não pude ir)-(quis morrer >_<")

Eu não levei flores e fiquei sem guirlanda...achei graça pois achei um raminho de flores no chão e coloquei atrás da orelha...mas todos fomos coroados como reis e rainhas da primavera...e nos divertimos dançando e cantando para os Deuses.

Queimamos ervas no caldeirão para atrair nossos desejos, e pulamos o fogo sagrado para nos purificarmos de todas as energias indesejáveis e nocivas.

Agradecemos pelas bençãos de amor e paixão que os Deuses derramam sobre a Terra. Graças ao amor Deles, nossa vida se sustenta. A nossa e a de todos os seres e toda Criação.

Abençoados sejam todos vocês que aqui entrarem, que o perfume das flores e da vegetação seja um laço que vos una ao amor da Senhora da Primavera e do Senhor das Florestas.
)O(


4 comentários:

Elpidio disse...

que bom!!!

que assim seja!

Karla disse...

Que assim seja.

=)

Spooky disse...

Já pensei sim... é por que mudanos no domingo, ainda há muitas coisas para botarem no lugar.
Não pensei em casinha, que ela dorme dentro de casa, é uma cãozinha muito treinada, só faz xixi e as necessidades no lugar certo, adora dormir debaixo da cama...

Vanna disse...

Amém, se é q se pode dizer com esta palavra. Nunca havia "conhecido" uma bruxa.
Abraços