quinta-feira, 7 de outubro de 2010

[Queimando]

Este é um desabafo...

Vocês sabem...é algo cotidiano que sejamos importunadas por pessoas pretenciosas. Em todo lugar, onde vc menos espera surge um maldito (hoje estou até sem humor pra ironias), pra nos incomodar com seus sermões.

Cara eu sinceramente não entendo! Como uma pessoa pode ficar querendo te convencer de algo que te faz mal por meio de um terrorismo barato? Malditos sejam! Vão todos pra danação eterna!

Por que eu haveria de querer fazer parte de uma religião imoral que valoriza a alienação e denigre a vida?
Por que eu haveria de seguir um deus que manda seus fiéis matarem-se uns aos outros por causa de seus caprichos?
Matem seus filhos, pais e vizinho!- ele diz- pois eles não estão de acordo com meus mandamentos...¬¬"

Coisas como "a mulher deve ficar calada e aprender com o marido em casa" e "eu sou o único caminho" já me deixaram por aqui ¬¬" Chega dessa palhaçada! Quer saber se eu acredito em Jesus? Não! Existem Outros Mundos onde se possa ir depois da morte, existem milhões e diversos caminhos, e se ele é o único caminho pra ir até deus, eu não quero seguir esse caminho, nem seguir tal deus e ponto final!

Tudo é pecado nessa religião infame, tudo é impuro. O sexo é impuro, a vida é impura, os seres são impuros e pecadores. Os animais não tem alma, e (pasme) nem a mulher tem!
Pregam que deus fica futricando tudo que vc faz, com quem vc vai pra cama, e até as posições!
Encobrem crimes de pedofilia, e continuam maculando crianças, humilhando os pais, excluindo as pessoas quando se separam de tomar a hostia.
E quando o assunto é aborto...oh céus...é um crime abominável...um pecado! Tirar uma vida!

Mas pra eles é lucro ter mais uma maldita vida pra sustentar seus sacerdotes opulentos. Ninguém fica lá na favela pra criar a criança e afastá-la das drogas e do crime. Ninguém pensa na mãe estuprada. Ninguém pensa na criança mal-formada, nem pensa-se em diminuir o sofrimento de ninguém (eutanásia).

A pessoa deve continuar viva até o ultimo suspiro, indignamente se possível. Pra sustentar os médicos né? Os planos de saúde...

Corja

Hoje estou de péssimo humor....os candidatos que votei não foram eleitos...e os que sobraram ou querem privatizar tudo, ou querem empurrar com a barriga e acabar com o meio ambiente.

Eu tive esperanças....

Esta noite a chama que me consome é de desgosto....

13 comentários:

S. Thot disse...

Bom dia, [(Sam)]. Há muito tempo que os pregadores de algumas formas de culto apostam no medo para arrebanhar gente, é verdade.

Gostaria que fosse diferente. Mas pense bem: de que modo as pessoas iriam para as religiões? Mesmo a nossa sore de males semelhantes.

Temos uma miríade de crianças entrando deslumbradas pela possibilidade de mover coisas pelo poder da mente, ou de controlar os elementos. Kakakaka! Não faz nem duas décadas que muitas delas aprenderam a controlar a própria bexiga durante o sono!

Eu sabia que o principal objetivo de qualquer religião é controlar nosso medo da morte, mas só senti isso quando o manto dela levou amigos e familiares quando já era wiccano.

Não se zangue com os pregadores. Apenas fazem o seu papel.

Quanto as eleições, eu passei a acreditar desde 1997 que todo voto é nulo. Explico.

Temos candidatos A e B. Se eu voto no B e o A ganha, meu voto no B é nulo. Se voto no A e o A ganha, mas não realiza aquilo que promete, meu voto também é nulo. Como boa parte das promessas básicas de campanha não são cumpridas, deduzo que todo voto é nulo porque não cumpre seus objetivos.

Então por que votar? O voto é um instrumento político importante, mas tem se focado no alvo errado. Temos votado em PESSOAS, sendo que deveríamos votar em PROJETOS VIÁVEIS.

Mas este é um assunto longo que merece um post. Pense nisso.

Saúde, amizade, liberdade.

Blue Hound disse...

Oi! Também tentaram te converter? Esta deve ser a época em que aquela gente está mais activa.
Sabe, eu acho que lá no fundo, eles se sentem tão miseráveis e limitados pelos seus modos de vida que, quando olham para os nossos - felizes, sentidos e em harmonia com o Mundo - sentem pura inveja.
Querem que todos sejam como eles para não se sentirem tão mal pelo facto de terem medo de ver para além do livrinho "sagrado" deles.

Eu só votei 1 vez na minha vida e foi para evitar que um homem chegasse ao poder (ele queria que os jovens fossem obrigados a prestar serviço militar). E como eu não queria perder a minha juventude, identidade e liberdade - porque para mim, no exército, é-se um escravo e um sacrifício em tempo de guerra - votei naquela ocasião e tive sucesso.
Eu ia sujerir que não votasses mais, mas segundo me consta, é obrigatório aí no Brasil.

Espero que tenha um fim-de-semana melhorzinho. :)

Luciana Onofre disse...

Contamos com todos aqueles que conversam e muito com os Oráculos, queremos saber agora... Quem fala com você?

http://delakasa.blogspot.com/2010/10/quem-fala-com-voce.html

Beijos,

Diannus do Nemi disse...

Compartilho de todo esse sentimento, Irmã. Na verdade, todo esse caminho de esperanças que trazem logo atrás de si grandes decepções faz parte de uma trilha que chamamos VIDA. Uma Vida cheia de Morte, Velha e Podre, mas que serve para nos ensinarmos algo de extrema importância e valor: o Aprendizado.

Aprender, para não ser igual a eles. Aprender, para não agir como eles ou esperar a mesma coisa que eles. Nossa religião não é pra ser uma religião de massas, é para ser algo oculto e escondido nas madrugadas escuras...

... Para que possamos rir dos abobados que agem como loucos durate o dia!

Enfim, te mando um bjo e um elogio pro blog que tá super diferete da ulitma vez que o vi. Parabéns! Fico feliz que continue escrevendo.

Bjo grande.

Diannus.

anne fab disse...

Saaaaammmm
primeiro quero agradecer pela visita na minha caverna rss e as palavras. São palavras que preciso ouvir e que me tocam. Me fazem mover, obrigada!
Sobre o livro que vc indicou, uma vez aqui na cidade há muito muito tempo atrás teve um grupo, e uma leitura de um dos contos e adorei. Já me indicaram o livro e até baixei e estou com ele no pc, mas me falta vergonha na cara que estou tratando de tratar pra poder ler.

Me revolto com a politica e a religião em geral. Acho muito lindo a fé que as pessoas tem e como elas podem usar, mas me dá nos nervos os fanáticos que se prdem no caminho e tem distorções de realidade. Votei? sim, e claro que não ganhou e agora é nulo.


amei o fundo azul, esse tom de azul é lindo!
Bênçãos Dela sempre!

Anônimo disse...

Olá Samanta

Acabo de achar seu blog e gostei bem dele.
Li o que vc escreveu sobre horas mágicas, gostei. Quero entrar em contato com vc, mas não achei aqui seu endereço de e-mail; então envio-lhe o meu, para que vc me escreva: elpidio@zots.com.br

PAZ

Elpidio

Diannus do Nemi disse...

Saudade de ler teus escritos.

Bjos

DM disse...

Bom dia, Samantha!

Tudo bom com vc?

Escrevo para dizer que compartilho do seu momento de raiva (tanto política qta com relação à falta de respeito e tolerância das pessoas).

Tenho tb meus momentos de revolta aqui na minha cidade. Moro numa cidade pequena e sou a única pagã que conheço. Cansei de ouvir absurdos, sabe? Já vim para essa cidade para ficar longe da minha família (foi dramática, mas eu tentei todas as formas de diplomacia antes) que não me aceitava como sou.

Cheguei aqui e descobri q a cidade é infestada de intolerantes.

Para onde fugir então?

Para dentro de mim, claro. Foi o lugar mais seguro que achei.

E agora sou mais fechada. É triste isso, mas foi a melhor maneira q econtrei para me proteger.

Enfim... eu aqui precisando de uma amizade pagã e vc aí chateada pelos maus tratos dos religiosos outros...

Gostaria de poder te dar um abraço para passar sua raiva, mas nem a minha consegui resolver ainda...

Grande abraço, florzinha! E q o nosso planeta comece a receber uma leva de almas de pessoas melhores e mais evoluídas, né?

Bjo!

Diana M.

The Dark Rose disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Blue Hound disse...

Oi! É incrível como eu hoje visitei seu blog só para ter a certeza de que não me tinha falhado um post novo, porque estranhei você não escrever nada há já algum tempo, e você aparece no mesmo dia!

Ainda bem que você gostou do meu post - nunca pensei que alguém o viesse a achar útil.
So você quiser aprofundar o seu calendário então te aconselho a visitares o site: www.caeraustralis.com .
Foi lá que encontrei os fundamentos desta teoria de o ano celta começar na Primavera e eles próprios mantêm um calendário para que toda a gente possa consultar. Como é australiano, há uma secção para quem vive no hemisfério Sul (mas eu nunca consultei). ^^
Aviso que eles parecem não contar os ciclos lunares apropriadamente, pois todos os meses têm 30 dias, o que é impossível - ou têm 30 ou 29. Por isso acho melhor seres tu a contar as luas e fazer as modificações necessárias.
Quanto aos anos... acho que no Caer Australis eles falam sobre isso, mas ainda não tive tempo/paciência para ver melhor.

Uma última coisa... tu focas-te nas divindadas da Grã-Bretanha celta, certo? Então podias mudar o nome dos meses para a lingua britónica.
Outra sugestão é investigar o folklore da Cornualha - tem imenso do passado pagão da Grã-Bretanha nele preservado!

Até mais!

Lunna disse...

É a primeira vez que visito o seu blog, mas confesso que fiquei incomodada com tuas palavras nesse post especificamente. Acho que todos nós já passamos por isso e acho que criticar a fé alheia não nos torna melhor que os outros. Entendo sim que vc não crê em Jesus e na religião que originou-se teoricamente nele. Mas a crença é um caminho livre, vc escolheu o seu e que bom que é feliz nele. Mas não critique os caminhos alheios, a fé que move o outro e tão pouco o caminho porque isso dá direito a eles de fazerem o mesmo que vc.
Eles não são uma corja. são humanos que tanto quanto vc acreditam ter encontrado o caminho deles.
Eu entendo que foi um desabafo, mas é nessas horas que nossa verdade é testada.
Não esqueça que a Deusa nos diz "siga o caminho que apresenta aos teus pés, mas diga aos outros por onde caminhar".
Blessed be

S. Thot disse...

Hmm... acho que Lunna merece reler a postagem para descobrir que o que foi criticada foi a tendência de alguns grupos religiosos em nos chantagear com punições eternas.

"Cara eu sinceramente não entendo! Como uma pessoa pode ficar querendo te convencer de algo que te faz mal por meio de um terrorismo barato? Malditos sejam! Vão todos pra danação eterna!"

E aí eu assino embaixo no texto do blog.

Vanna disse...

Samantha, ia dizer muitas coisas, mas lendo o q a Lunna, calei-me pq muito do q diria já foi dito por ela. Vc está certa em não aceitar q queiram obrigar-te a acreditar no acreditam. Fala-se muito dos dogmas católicos, mas ainda acho pior a hipocrisia dos q não os seguem. Pior os q não assumem suas fraquezas e culpam apenas o "do Mal".
Acredito q só a educação pode fazer com q façam escolhas conscientes, sejam elas religiosas ou políticas.
Abraços