sexta-feira, 20 de maio de 2011

Invocação a Herne



Um vento vem zunindo pelas árvores
Carregando a canção da Geada
A dança das folhas se tornou vermelha ou dourada
O uivo dos Cães de Caça do Outono, o Lobo do Inverno.

Rei Azevinho, nós te chamamos
Para manter nossos medos acuados
A Luz se foi, despida do céu
E as árvores estão desnudadas também
A Terra, nossa Mãe e nossa guia
Dorme tranquilamente em seu despojado manto marrom

Nós vos chamamos, Coroado com Baga-de-Sangue
Veado Real, venha a nós do seu bosque eterno
Caçador, proteja nossa obscurecida chama do coração
Proteja nosso círculo de luz que bruxuleia
Ajude-nos a ver para além das sombras que se alongam
Na morte-nascimento do novo Ano.

Oh veado de sete pontas
Guardião de segredos mantidos no véu de Annwn
Ramo de facas sempre-verde
Rei Galhado, chamamos você

Esteja conosco, Herne,
Na Escuridão que se aproxima
Dê-nos olhos para ver na escuridão,
Que nunca possamos temer,
Ou perder a memória da luz.

2 comentários:

Fênix27 disse...

Olá,interessante é cada mito,história povo e sua religião.Não entendo muito estou chegando agora,mas procuro entender e aprender.A magia é fascinante, forças que desconhecemos,e tem seu valor e respeito.Voce é Samanta e minha neta chama-se Tabatha.Tempo do filme A Feiticeira,eu assistia e dizia o dia que tiver uma filha ela vai se chamar Tabatha.Mas não tive filha,mas tenho minha neta linda que é minha Deusa.
Parabens pelo seu espaço e já sou seguidora.
Abraço.

Mr Araújo disse...

Adorei a invocação! Não sei se já pensaste em "musicá-la", porque acho que ficaria muito bem cantada.