quinta-feira, 25 de junho de 2009

Um Círculo Mágico...

Nove Pedras de Dorset

Várias vezes eu me perguntei..."será que pra isso eu preciso traçar um círculo?"..quando ia meditar...quando ia aplicar reiki...quando ia utilizar um oráculo...quando ia realizar um ritual simples, no qual (em todos esses casos) eu não poderia fazer barulho...não poderia me movimentar muito...e no qual algumas vezes eu estaria lidando com outra pessoa.

Algumas vezes eu não traçava...pq tinha a impressão ruim que toda aquela coisa ritualistica de ter que ir lá no armário pegar o Athame...e tomar cuidado pra ninguém ver...era muito cansativo...e muito desnecessário.

Recentemente me dei conta de que traçar um círculo é uma das coisas mais básicas que se tem a fazer...mas antes disso a purificação.

"Mas nossa! Vc não sabia disso? Caramba! É a primeira coisa que se aprende!". Então...mas a questão é que quando se vai fazer esse tipo de coisa num local que apesar de ser seu (um quarto por exemplo), vc não tem privacidade (minha mãe não suporta ouvir falar de bruxaria), a gente vai adaptando...começa com um "traçado mentalmente" e acaba num "é necessário mesmo?"

Existem várias tecnicas de meditação...de aplicação de reiki (embora eu tenha aprendido que pra aplicar reiki vc só precisa encostar na pessoa...impor as mãos...)-(e em níveis mais avançados nem isso...mas aplicando à distância mesmo...)...de harmonização com os elementos...e talz...Mas isso de uma forma bem pessoal...vc traça pq vc aprendeu que assim vc poderá conter a energia (como um copo contém a água)...vc traça pq assim vc protegerá o local de outras energias que não tem nada a ver com o q vc está fazendo. Mas quando uma outra pessoa está com vc isso se torna meio complicado...principalmente se ela simplesmente pede sua ajuda...mas "não quer saber de bruxaria" hahahahhaha xDDD~~~

Isso parece meio confuso...mas é o que geralmente acontece comigo. Uma pessoa vem me pedir pra ler as cartas do tarô...mas ao mesmo tempo pergunta se isso é coisa do demônio...se precisa fazer algum "ritual"...Vem me pedir pra aplicar reiki mas mesmo depois de eu explicar trocentas vezes que isso não tem nada a ver com religião, mas é uma técnica de cura...através da imposição das mãos...etc etc...se vc fizer menção de (por suas próprias práticas pessoais de harmonização) acender um incenso...purificar o ambiente e a pessoa com água e sal...sei lá...usar uns cristais \o/ já olha estranho =/ (isso sem contar que minha própria mãe tem horror que eu toque nela u.u'...pq ela pensa que eu vou usar algum feitiço pra manipular ela etc)-(pausa para riso)-(pausa pra lamentar)-(pronto passou).

Na minha própria casa...no meu próprio quarto...encontro dificuldade de praticar o que eu acredito ser minha religião. Minha mãe acha que atrapalha a energia da casa...uma religião contrária a deus, contrária a da dona da casa etc. Choque de egrégora? O que eu posso fazer? \o/ As vezes a gente acredita que pode viver num lar e num mundo onde as pessoas e suas diferenças possam conviver de maneira harmônica...com respeito...e esbarra num "choque de egrégora"? \o/

Enfim...traçar um círculo ao fazer meditação, agora pra mim, se tornou essencial. Pq? Pq assim eu estabeleço um espaço de segurança...enquanto meus olhos se fecham.
Traço um círculo tb para ler minhas cartas. Pq? Para que assim eu possa me concentrar sem deixar que os ruidos da briga das crianças no corredor do prédio me impessam de formular minhas perguntas =/.
Traço um círculo pra aplicar reiki? Isso depende...as vezes ele "sai" sem eu querer intencionalmente. Mas se puder eu traço.
Traço pra fazer rituais? Eu confeço que não faço mais rituais por conta disso =/ Pq tenho medo até disso agora. Mas traço para fazer minhas orações aos deuses. Mesmo que em nenhum desses casos eu vá lá no armário pegar o athame...eu traço mentalmente...de forma a me orientar pelas direções...

Acho que estou esbarrando numa coisa absurda: o fato de não poder praticar minha religião =_='
/o/

5 comentários:

Amanda Cerqueira disse...

Nossa Sam! Sei bem como é isso, aliás acho que a maioria dos praticantes tem problemas com a aceitação da família.. precisamos fazer tudo escondidinho.. aqui em casa meu pai chama minha religião carinhosamente de macumbinha, à pesar de entender a diferença. já tive que mudar meu altar diversas vezes pq incomodava as pessoas da casa, pra você ter uma ideia agora ele se encontra na cozinha :P
Mas faço questão de ter um altar permanente, mesmo que ele seja nômade!
Gosto muito de traçar o círculo certinho, trabalhar com minhas pedras, adoro velas, incenso, etc, mas nem sempre posso usa-los e estou sempre na eminencia de ser atrapalhada por alguém e estragar todo o ritual ou a concentração. é foda isso Sam! Mas continuo sonhando com minha casa no campo, do tamanho ideal, pau-a-pique e sapé. Onde eu possa plantar meus amigos meus discos e livros
e nada mais! rsrs.
beijocas Flor

Semente Sagrada disse...

Eu resolvi isso de uma maneira bem simples: saí de casa! E casei-me com uma bruxa!

Pois só em nossa própria casa podemos estabelecer nosso círculo mágico em paz, e ostentar com prazer e orgulho nosso altar e livros.

É algo que talvez deva pensar: em deixar em paz a energia da casa da sua mãe, que ela afirma atrapalhar, e conquistar seu próprio espaço.

Pense nisso.

Átila Siqueira. disse...

Oi, acabei de conhecer seu blog e gostei muito, depois volto para visitar com mais calma.

me visite também.

Um grande abraço,
Átila Siqueira.

Diannus do Nemi disse...

Ah, que saudade de passar por aqui!

Aqui em casa já foi muito difícil... já tive meus livros queimados, muita discussão já presenciei e participei. Mas hoje não é mais assim, o pessoal entende que o que eu pratico é uma religião verdadeira, e independente do que eles pensam, é a MINHA cultura e a MINHA espiritualidade.

Mas nesse meio-tempo até hoje, eu aprendi uma coisa importante, que acho que vc tb deve pensar: como e quando fazer os rituais.

Se vc dorme em um quarto sozinha, faça-os quando todos estiverem dormindo. Durma e acorde de madrugada se for preciso. Com o tempo vc vai descobrir que não existe hora melhor para praticar do que no silêncio e na noite da madrugada!

Voltei, o blog tá atualizado! dá uma olhadinha quando puder.

Beijão e abençoada sejas por Diana.

.

Deo Araújo disse...

Acabei de conhecer seu blog ^^
tbm conheci a Antiga religião faz um ano, quando conheci minha namorada Bruxa. rsrsrs.... Como eu era até entao sem religiao, mas tinha muita sintonia com a natureza, passei a estudar....no ostara faz 1 ano e 1 dia ^^ nao vejo a hora da iniciaçao
Tambem passo por esse problema.....aqui em casa ninguem tem religião, ninguem frequenta igreja..só meu padrastro que acende vela e tem um altar com Sao jorge e Cosme e damião....e quando queimo um incenso...ou digo que aquela porra daquele "graveto" é o meu bastão do fogo, e que não é pra tirarem do lugar nem tocar, eles me olham como se eu fosse louca...rsrs...é engraçado. Eu particularmente nunca tracei um círculo. eu tenho medo =X magias nao é muito a minha praia....gosto mais de ficar com minhas plantinhas...cristais...incensos...e pronto...mas um dia, quem sabe. Gostei muito de teu blog!
Tah add.
Bjooo