quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Eu estava pensando...

Hoje eu peguei um livro pra ler, sobre tarô. Enquanto avançava nos estudos dos arcanos me deparei com aquela figura do Hierofante, ou o Papa. Olhei-o ali...naquele baralho...e fiquei pensando “como eu não gosto de você!!!”.

Uma das características, ou atributos deste arcano é a limitação de entendimento...a crença de que apenas o que ele sabe é o certo...a sua crença é a única verdadeira...absoluta.

Pululam igrejas na cidade...no interior...onde quer que você vá...parece uma epidemia...uma catapora. Não é preciso que você dobre uma esquina para ver que na mesma calçada onde você caminha tem pelo menos umas 3 dessas igrejas...com seus crentes e devotos fervorosos...gritando frenéticamente, tocando instrumentos musicais...vestindo ternos e véus. Ou mesmo com terço nas mãos. E nas missas, onde sempre tem um padre ou pastor pregando que “só Jesus salva” que “só se vai á Deus através do Filho”, ou ainda mais explícitamente “Essa é a única verdade”.

A verdade é que essas pessoas me tiram do sério!!! Elas não se limitam ás suas igrejas de fundo de quintal ou mesmo de garagem...Não! Elas invadem os ônibus pregando...elas invadem os três e organizam uma sessão de oração dentro do vagão. Elas ficam nas praças...elas tomam os parques...as ruas...elas invadem seu trabalho...elas invadem a TV...invadem sua casa! Querendo impor sua verdade absoluta. Sufocante...repressiva.

Todos com suas bíblias debaixo do braço, dentro da bolsa...prontos pra sacar a qualquer momento e usar como arma...sim...disparando à falar entusiasmadamente...às vezes furiosos...às vezes com um sorriso afetado dos fanáticos, às vezes com um leve brilho da insanidade nos olhos.
Existe uma dessas pessoas que de tempos em tempos eu encontro no trêm. Ele é a mistura potencialmente terrível de todos esses tipos. Só de vê-lo eu sinto uma raiva monstruosa tomar conta de mim de assalto. Raiva por ele pregar cheio de presunção a sua “verdade intolerante absoluta”...raiva de estar muitas vezes cansada e escutar gritos. Raiva de todos escutarem passivos...alguns ignorando outros concordando com a cabeça. Raiva de ver uma pessoa entrar num transporte público e sair apontando à torto e à direito o defeito dos outros....ou suposto defeito...visto que ele não conhece NINGUÉM pra dizer aquilo. Mas a raiva maior é de, não sei por que cargas d’água, eu não dou na cara dele! Vontade de falar tudo o que está entalado na garganta sobre essa maldita religião...esse maldito patriarcado. Descascar mesmo! Mas eu acho que assim eu estaria impondo igualmente a minha verdade. Eu só queria que ele calasse a maldita boca!

Essas religiões judaico-cristãs, ou mesmo outras...patriarcais por excelência, com seus Maomés, profetas, Deus Pai, Alás e o escambal, todas elas disputando pra ver quem é o certo...devorando umas ás outras, matanto em nome dessa maldita intolerância, dos seus malditos dogmas.

Ah Deusa...isso tudo pra quê!? O mundo não se tornou melhor por causa deles...nossa vida não se tornou melhor com nada disso! Eles justificam todas as mortes, toda opressão à mulher, ao homossexual, ao pensador livre, ao diferente, ao selvagem, e até mesmo aos homens; isso sem contar na Natureza...nos animais. Tudo...estava na bíblia! Pode ler...versículo tal.

Eles dizem que nós pagãos somos pessoas “em erro”, “perdidos”, que adoramos imagens, que sacrificamos seres vivos, animais, humanos, que temos parte com o diabo. Eles roubam nossos locais sagrados...profanam-os...destroem os bosques, desmatam as florestas, poluem os rios, queimam e fazem o que bem querem. Eles chamam nossos deuses de demônios, deturpam nossos símbolos, nos condenam por fazer oferendas em frente à imagens quando eles fazem o mesmo, roubam nossos dias sagrados e inserem nossos ícones nos seus calendários, o deus deles foi sacrificado e eles entendem isso como sagrado...mas se isso acontece com os pagãos...é heresia! Sacrificam cordeiros...mas só de lembrar que os pagãos sacrificaram bois...nossa! (sem contar que só o que é ofertado aos deuses é o sangue...que é a essência da vida...a carne do animal é assada depois e comida pelas pessoas...numa forma de comungar com a energia divina honrando a vida do animal sacrificado).

E o pior...já existe também pagãos querendo a qualquer custo provar que a sua religião é a certa. DEUSA! É uma bagunça! Ninguém consegue respeitar o outro...não consegue enxergar que religião é pessoal! Espiritualidade é coletiva! Brigam por ninharia, discutem sem ver que estão falando a mesma coisa! Wiccans...Druidas...Gardnerianos...Alexandrinos...Diânicos...bruxos.

Que a espiritualidade voltada para a Senhora que fica entre o Lobo e o Gamo possa ser mais e mais forte...possa crescer nesse mundo que só quer ver o que nos separa...sem ver o que nos une.

Blessed Be
)O(

Um comentário:

K. disse...

Sabe o que eu acho?
Acho que a filosofia � a chave pra muita coisa! E claro, a humildade de aceitar o fato de que ningu�m sabe realmente coisa alguma.

Pode parecer vergonhoso (mas eu preferi assim), mas toda vez que algu�m pergunta minha religi�o, eu desconverso. Todos sabem que n�o sou crist�o, mas ningu�m sabe que sou �pag�o (o pag�o qe n�s conhecemos)...

Coisas ruins... elas acontecem, n�o por que est�o pr� determinadas, mas por que elas est�o a� e merd* sempre acontece. Com a igreja foi mais ou menos assim. Aconteceu.

Tem muita gente que prega por a�... o que fazer? Um dia eles se tocam (ou n�o) mas � complicado mexer com esse povo... � a vida deles.

Quanto � deturpa�o dentro do pr�prio paganismo, acontece. A cada dia que passa (falo por mim quando digo) acho cada vez melhor n�o contar minhas cren�as. � algo que quase sempre se manteve oculto, e acho que � bonito assim. Pode parecer que igo que � um caminho para poucos.. Mas � mais ou menos por a�. N�o por que aqueles que seguem sejam iluminados ou escolhidos ou coisa do g�nero, mas por que n�o � todo mundo que gosta ou entende... se bem que a� a gente j� entra em outra arapuca... a de 'como gostar ou entender, se � oculto?'...

Enfim, posso estar completamente errado de tudo o que disse, mas o assunto � bastante paradoxal xD
Embora acredite que o caminho ainda � a filosofia e o principio de que ningu�m sabe realmente de coisa alguma xD

A� vem o problema da uni�o... Como voc� bem sabe (e viu) eu n�o curti a uni�o... com aquele povo.
J� com voc� � diferente... a gente j� � amigo e conversa numa boa. Seria legal se a gente pudesse estar mais perto um do outro, pra n�o deixar esmorecer aquela energia bacana do paganismo e tal, que todo mundo que � sozinho sente apertando, depois de muito tempo s�.
enfim, a gente continua filosofando depois! Bj�aaaaaao Sam!

Gabriolo!