quinta-feira, 20 de março de 2008

([Loreena Mckennitt- The Old Ways])




As vibrações trovejantes estao me chamando para casa, pra casa pra você
O mar batendo esta me chamando para casa, pra casa pra você

No novo ano escuro esta noite
Sobre a costa Oeste de Clare
Eu ouvi sua voz cantando
Seus olhos dançaram a canção
Suas mãos tocaram a melodia
Foi uma visão diante de mim

Nós deixamos a música para trás e a dança carregar
Assim como roubamos para longe a margem do mar
Nós cheiramos a agua tão salgada, sentimos o vento em nossos cabelos
E com tristeza você parou

Repentinamente soube que você teria de ir
Meu mundo nao foi seu, seus olhos assim me disseram
Ainda agora isto estava aqui eu senti as encruzilhadas do tempo
E eu quis saber o porquê

Assim como lançamos nosso olhar fixo nas cambalhotas do mar
Uma visão chegou diante de mim
Das causas trovejantes e asas batendo
Nas nuvens acima

Assim como virou-se para ir ouvi você chamar meu nome
Você foi igual à um passaro numa gaiola batendo asas a voar
"Os velhos caminhos estão perdidos" você cantou enquanto voava
E eu quis saber o porquê.

Um comentário:

Diannus do Nemi disse...

.

Ah, irmã ^^

Feliz em saber da nova cara do blog. Ficou muito legal e super interessante.

Feliz Mabon, que tua descida ao Submundo nesse outono seja tão proveitosa como a de Perséfone!

Sejas sempre abençoada,

Diannus.

.