terça-feira, 20 de abril de 2010

Reflexão na Lua dos Mortos sobre o Ano que finda...

Samhain está chegando, e junto com ele o fim de mais um ciclo. Fico realmente feliz por estar chegando ao fim do ano, realmente estou agradecida por tudo que aconteceu. Em Samhain passado eu me lembro de ter ido visitar o túmulo dos meus avós. Lembro que fiquei num dilema...pois eles eram católicos, e eu fiquei com medo de ofendê-los com preces pagãs =/ Acabei por deixar uma rosa pra minha vó e rezar um pai nosso e uma ave maria, em respeito à religião deles (minha mãe disse que ela adorava rosas vermelhas)-(hoje tem uma roseira vermelha na janela do meu quarto...que foi o quarto da minha vó enquanto ela era viva).

Então em Yule passado eu pedi por luz para minha alma, para meu lar...as coisas estavam tão pesadas..e eu me sentia despedaçada =/Eu trouxe velas para iluminar meus caminhos.

Em Imbolc ofereci minhas preces à Brigit, ela que é uma deusa tão querida e gentil. Consagrei velas à ela, que foram muito úteis no decorrer do ano...pude usar pra ajudar a curar as pessoas que são queridas pra mim...e preservar a saúde delas das gripes na época fria.

Em Ostara eu desenhei meus desejos mais profundos num ovo. Coloquei toda minha necessidade e carinho, para que a semente dos meus sonhos pudesse ser plantada e dar bons frutos.

Em Beltane eu via a Deusa e o Deus se amarem e trazer inspiração e renovação pro mundo. As coisas começavam a melhorar e eu tinha mais esperanças. Encontrei amigos e amigas que não via a algum tempo, e juntos fomos comemorar o dia das bruxas na balada...foi muito divertido.

Em Litha meu irmão viajou para encontrar nosso pai, e foi um fato marcante em nossas vidas. Muita coisa mudou depois dessa viagem, meu irmão ficou mais animado e comunicativo...cheio de planos. E isso se refletia numa boa energia na nossa casa...acho que todo mundo que eu conheço sabe que ele é o amor da minha vida, ele e minha mãe.

Em Lughnasadh veio a primeira colheita...mas os meus desejos ainda não tinha sido realizados...eu queria muito arranjar um emprego...mas conseguia sentir a energia melhorar, tinha cada vez mais esperança...e um surto de criatividade começou...com vários planos e metas. Encontrei músicas super agradáveis pra cantar nos meus ritos e no meu dia a dia.

Em Mabon veio a segunda colheita...eu comecei alguns projetos e pesquisas, cada vez mais inspirada e com idéias que me motivavam...Pesquisei sobre a relação da Henna com os Ritos Femininos de Passagem, dei continuidade à um sonho antigo, de criar um calendário pagão, e depois de anos nessa tentativa...finalmente ele "nasceu", e é uma das coisas mais legais que eu já fiz na vida. Recebi um buquê de flores de uma pessoa que eu gosto (mas não sei oq fazer a respeito de um relacionamento bumerangue XD)...remodelei meu altar, de uma maneira que reflete melhor as minhas crenças e adicionei uma árvore e um circulo de pedras à ele. Arranjei um emprego temporário, e continuo procurando um efetivo...mas com esse eu já consegui dar andamento à vários planos engavetados....e tenho certeza que muitos mais serão realizados.

E assim findou mais um giro da Roda
-------------------------------------------------------------
Na Lua dos Mortos magoei um ex-namorado e o dispensei (novamente?)...chorei horrores. Ahm....e mais horrores...na verdade minha vida não fazia sentido, pq eu escolhia um caminho e não conseguia seguir por ele, e toda decisão que eu tomava só servia pra me mostrar que eu não tinha possibilidade de ir adiante com aquilo. Não havia lógica em nada. Mas por fim acabei voltando com ele dia 25 de abril num evento chamado Nikkey Matsuri, perto de um teruterubozu que afasta chuva, debaixo da lua quase cheia .__.' ...não consigo ficar sem ele =/ é uma pessoa que amo e quero comigo =)
Continuei trabalhando num lugar que não gosto, mas por necessidade.
Fui enrolada por um supervisor, e caloteada por um colega de trabalho...e isso me rendeu um prejuizo de 80 reais (me rendeu muita raiva e dor de cabeça tb =/)
Fiz amizades que me ajudaram muito (a gastar dinheiro quando eu não devia nem precisava gastar)
A única coisa boa era conseguir me lembrar de olhar mais para o céu e as árvores, e reparar na mudança das estações.
--------------------------------------------------------------

4 comentários:

Daniel Guse disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel disse...

Adorei o seu blog!
Mas eu não vi ali do lado o "seguir" ? rs
Continue escrevendo, gostei muito.

Blue Hound disse...

Ainda bem que você está a conseguir realizar seus desejos, embora não da forma que você queria.
Talvez no próximo Imbolc ou Ostara você consiga um emprego em full-time.

Boa-sorte e bênçãos para o ano que aí vem!

S. Thot disse...

Faço minhas as palavras do Daniel sobre o "seguir". E fico feliz que seu ano foi positivo, apesar de nem tudo sair como planejado.

Mas é como no mundo pagão antigo: uma geada, uma seca ou chuva demais e as coisas desandam. É um mundo gigantesco e não nos é dado o poder de controlar, somente sinais para prever e nos antecipar.

Então mantenhamos os olhos voltados para o sol, a lua e as estrelas enquanto a enxada da vida prepara o solo onde plantaremos sonhos.

Saúde, amizade, liberdade.